Quando os preços dos voos não estão assim tão low cost, pegar no carro e partir à descoberta pode ser uma boa opção. Foi o que fiz. O destino principal era Salamanca, mas pelo caminho houve tempo para parar em Sanabria, Zamora e Ciudad Rodrigo.

Como preparar um road trip?

Em primeiro lugar é fundamental escolher o destino central, que será o ponto de chegada e o ponto de regresso. Depois de escolhido o local, começa a aventura no Google Maps: o melhor é ver quais as rotas disponíveis até ao destino central e escolher as estradas por onde ir e por onde voltar; depois é descobrir quais os pontos de interesse que vamos encontrar pelo caminho.

O meu ponto de partida foi Marco de Canaveses, perto do Porto. O destino central foi Salamanca.

Viagem até Salamanca

Na ida, optei por ir pela A24, por Chaves, em direção a Sanabria, para visitar o maior lado glaciar da Europa (Lago de Sanabria) – de verão ou de inverno, para ir à praia ou ver a neve, uma paragem no Sanabria Lake Natural Park é obrigatória. O ideal é ir de manhã, passear pelo lago e depois ir até à vila almoçar – a oferta não é muita, mas é possível fazer uma refeição por aproximadamente 10 euros.

Ao início da tarde, segui viagem até Zamora, que fica a 125 km de Sanabria – as paisagens junto à estrada também valem a pena.

Em Zamora, visitei alguns dos pontos principais – como cheguei à “hora da sesta” (entre as 15h00 e as 17h00), a maioria dos monumentos estavam fechados. Aproveitei para comer um gelado na Valenciana Shock e passear pelo centro histórico.

Às 17h00, segui viagem para Salamanca. Depois de uma paragem para fazer check-in no hotel, fui conhecer a cidade – não vale a pena fazer um roteiro muito detalhado: a cidade é pequena e, em cada canto, há algo para descobrir.

O regresso

Depois de um pequeno passeio ao início da manhã por Salamanca, segui viagem até à Ciudad Rodrigo (Cidade Rodrigo). Considerada Conjunto Histórico-Artístico de Espanha, a vila fica a meia dúzia de quilómetros da fronteira de Vilar Formoso e está “protegida” por muralhas.

A muralha medieval, a Catedral e o Castelo são os principais pontos turísticos.