Cantor e compositor de Cambridge, Will Robert arriscou enviar o seu single “City Lights” para o programa “BBC Introducing“. A equipa da estação gostou e a canção foi umas das escolhidas do mês de janeiro e atua em maio no BBC Big Weekend, festival que recebe também Sam Smith e Taylor Swift.

O programa “BBC Introducing” permite que todos os artistas desconhecidos enviem as suas canções. De seguida, a equipa da BBC escolhe as que considera serem as melhores faixas, integrando-as na playlist dos vários programas das rádios do grupo.

Para aqueles que ainda não te conhecem, quem é Will Robert?
Sou um cantor e compositor de Cambridge, Reino Unido.

Houve um momento exacto que te levou a pegar pela primeira vez numa guitarra e num caderno para escrever canções ou foi algo que foi surgindo?
Lembro-me de pegar na guitarra da minha mãe quando tinha uns 12 anos. Na altura, lembro-me que queria tocar como o Jimmy Page, dos Led Zeppelin.

Como descreves a tua carreira até agora?
Uma aventura, trabalho árduo, mas muito gratificante. Ainda há um longo caminho a percorrer!

A nível musical, quem são as tuas grandes influências?
Tenho três principais influências: John Butler Trio, Jimmy Page e Jimi Hendrix.

“Pensei que a BBC tinha cometido um erro”

Em relação às letras das músicas… são fruto da tua experiência de vida?
Sim! Normalmente escrevo sobre minhas experiências, sobre desafios que surgem ou sobre desafios que quero que surjam.

Como surgiu a oportunidade de enviar a música? E qual foi a tua reação quando soubeste que a tua música tinha sido escolhida?
Qualquer um pode fazer upload de suas músicas no site da BBC… Bem, quando soube que a minha música tinha sido a escolhida eu pensei que eles tinham cometido um erro!

Como tem sido o feedback do público?
Muito bom, até agora. O meu original teve mais de 20.000 reproduções no Spotify… numa semana!

Gostavas de atuar em Portugal?
Sim, eu amo Lisboa! É uma bela cidade e gostava muito de tocar aí. Pode ser que um dia haja essa oportunidade.

Para terminar, a pergunta cliché, planos para o futuro?
Continuar a escrever, realizar e viajar tanto quanto possível.